[Resenha] Vampiros, A Verdade Oculta - Konstantinos

Um livro que agradará, apesar do ceticismo inicial e da crença final para com essas criaturas da noite, lembrando que o próprio autor comenta que mesmo algo tão estranho como o sobrenatural merece ser pesquisado antes de ser creditado. O leitor pode não concordar com suas idéias, mas se surpreenderá com a leitura de um tratado que a comunidade científica pode considerar um absurdo, mas que o autor ampara em uma pesquisa bem feita e verdadeira. Vampiros, fato ou ficção: descubra a verdade por trás do mito que se recusa a morrer... ou seja atacado por um!
Vampiros. Eles realmente existem, e este livro desvenda o mito para expor seus hábitos e estilos de vida.
Vampiros - A Verdade Oculta relata histórias e confissões de vampiros de todos os tipos - os antigos mortos-vivos do folclore, mortais bebedores de sangue contemporâneos e as mais perigosas de todas as criaturas: vampiros psíquicos, que, intencionalmente ou não, drenam a força vital de suas vítimas.

Nestas páginas, você encontrará muitas histórias nunca publicadas de casos de  contatos recentes com vampiros e suas vítimas, incluindo aqueles ocorridos com o próprio autor. Você lerá cartas de vampiros dos tempos modernos que contam sobre suas vidas secretas, e até aprenderá um modo seguro de se proteger de um ataque de vampiro psíquico.

Vampiros: fato ou ficção? Descubra a verdade atemorizante sobre a lenda que se recusa a morrer...

Editora: Madras
Autor: Konstantinos
ISBN: 8537001538

Resenha:
O mito e a realidade do vampirismo é apresentado como um tratado completo sobre o assunto, um livro que olha para todas as realidades do vampiro em detalhes e, segundo o autor, separa de verdade a figura vampírica da ficção. O autor relata com racionalidade o estudo científico feito por diversos trabalhos, fazendo do seu livro uma exposição livre de noções pré-estabelecidas pela ficção sobre o individuo vampiro, expondo seus hábitos e estilo de vida.

Konstantinos faz uma trajetória histórica do mito, apresentando os quatro tipos de vampiros considerados pelo ocultismo: os antigos mortos-vivos do folclore, os mortais bebedores de sangue contemporâneos, e os vampiros psíquicos intencionais ou não. Os vampiros fazem do livro de Konstantinos um bom e interessante trabalho, com uma boa narrativa fácil de se ler. O escritor, que há mais de quinze anos pesquisa assuntos relacionados ao ocultismo e escreveu diversos livros a respeito do oculto e do gótico, consegue criar, em seu livro, uma visão bem diferente que temos, introduzindo o assunto ao leigo e à verdade oculta. Como o próprio título diz, o livro é sobre um fenômeno conhecido por todos; de onde são, que indivíduos famosos da história inspiraram a opinião moderna e formaram os mitos dos vampiros, e as diferentes visões do mito em outras partes do mundo.
  
Um misto entre o ceticismo e a opinião, especialmente quando o autor coloca os contos históricos sobre os vampiros "reais" e evidências sobre a existência de vampiros nos dias de hoje; para ele o folclore distorceu muito dos fatos reais, e com o livro tenta desmistificar o que a ficção causou. Contudo, esse ceticismo não dura todo o livro. Assim que se inicia o capítulo relacionado aos vampiros psíquicos -  aqueles vampiros que preferem se alimentar da energia humana em vez do sangue humano – a perspectiva anterior muda de repente. De cético e crítico, Konstantinos torna-se um fiel e crente conhecedor dos ataques psíquicos destas criaturas e delas próprias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário. Ele é muito bem-vindo. E, vai me fazer muito feliz. =)