Lançamentos - Editora Rocco - #13#

Livro: O DESTINO DE ADHARA - VolumeI
Autor: Licia Troisi 
Tradução:Mario Fondelli
ISBN:978-85-325-2687-8
Páginas:400
Formato : 14x21
Série : Lendas do Mundo Emerso
Preço : R$ 39,50




Sinopse do Livro 

A paz no Mundo Emerso já dura 50 anos. O jovem príncipe Learco se tornou rei e, junto com a sua amada Dubhe, governa um reino unificado e pacífico, após a derrota de Aster, Yeshol e Dohor. Mas, a volta de um velho conhecido vai balançar a frágil estrutura do reino e ameaçar o legado de Learco e Dubhe. Em O destino de Adhara, primeiro livro da nova série da italiana Licia Troisi, Lendas do Mundo Emerso, o leitor é levado de volta ao fascinante universo criado pela autora das séries Crônicas do Mundo Emerso e As Guerras do Mundo Emerso.
Mas é hora de uma nova aventura e novos personagens assumem lugar de destaque na trama. A nova lenda começa quando Adhara acorda sozinha no meio de um gramado. Sem lembranças de como chegou lá, ou de quem é, a jovem começa a vagar pelo Mundo Emerso, até encontrar Amhal, um jovem aprendiz dos Cavaleiros de Dragão. Juntos, eles tentam descobrir mais sobre o passado de Adhara enquanto viajam em direção à corte em Markrat.
Acolhida por Neor, filho de Learco e Dubhe, Adhara consegue um emprego junto a Amina, neta do rei. As jovens começam uma nova amizade que ajuda no crescimento das duas e começa a preencher a vida até então sem sentido de Adhara.
Mas a vida na corte começa a mudar quando San, neto de Senar e Nihal, protagonistas da primeira série de Licia Troisi, retorna ao Mundo Emerso. Demonstrando um interesse diferente em Amhal, San aparenta ter uma agenda própria e objetivos contrários ao bem estar de Markrat e do Mundo Emerso.
A chegada do lendário herói parece sincronizada com o surgimento de uma misteriosa praga que ameaça toda a vida do reino. E afasta Amhal de Adhara, levando o jovem Cavaleiro de Dragão a um caminho perigoso e o Mundo Emerso, mais uma vez, ao limite.
Licia Troisi volta a trabalhar com o complexo universo que criou e, novamente, faz a passagem de guarda para uma nova geração de heróis de forma muito hábil. Dubhe, Learco e Theana estão de volta para preparar uma nova legião de personagens. Amina, Adhara e Amhal estão prontos a brandir suas espadas e assumir seu lugar de direito entre as Lendas do Mundo Emerso.


Livro: A ARTE DE SE SALVAR
Subtítulo: Ensinamentos judaicos sobre o limite do fim e da tristeza
Autor: Nilton Bonder 
ISBN:978-85-325-2702-8
Páginas:208
Formato : 14x21
Preço : R$ 26,00




Sinopse do Livro 

Partindo do princípio de que a dor é um sintoma de vida, Nilton Bonder aborda a angústia da finitude em A arte de se salvar. Mesmo tratando de temas considerados pesados – a morte e o desespero – o autor consegue passar uma mensagem de consolo e esperança através dos ensinamentos de Reb Nachman de Bratslav, mestre russo que morreu no século XIX, aos 38 anos. Embora sua doença o obrigasse a passar por cirurgias e intervenções bastante dolorosas, Reb Nachman não deixou de lado a alegria e manteve a serenidade diante das aflições.
A ideia do livro surgiu depois que Bonder prestou assistência espiritual em um hospital e lidou com pacientes terminais. No título, um trocadilho com o comando salvar, usado nos computadores para que os arquivos fiquem guardados. O objetivo é mostrar as maneiras que um ser humano tem, durante a vida, de usar esse recurso e não ter a sensação de que tudo irá se perder quando a morte chegar.
Segundo o autor, a entrega ao desespero ou à esperança está intimamente relacionada com a forma pela qual respondemos às questões existenciais. Reb Nachman definiu duas estruturas de questionamento humano fundamentais para a compreensão da esperança e do desespero: Aié, que expressa dúvida e angústia, e Malé, que passa a ideia de certeza e fé. Reconhecer a existência de Aié é poder suportar o fato de que o mundo e a vida não podem ser reduzidos à ordem de Malé. Quem tem esperança não é alguém que compreende tudo de maneira clara e objetiva, mas que aceita respostas sob a forma velada.
Na contramão dos livros de autoajuda, A arte de se salvar não promete uma espécie de fórmula mágica para as pessoas atingirem o bem-estar. Ao falar de medo e sofrimento, tratando o desespero como uma ilusão, o livro abre caminho para uma reflexão mais produtiva. Ao longo das páginas, Bonder utiliza as tradições e os ensinamentos do judaísmo como aliados para mostrar que a queda é uma experiência constante daquilo que é vivo. Em vez de anunciar alternativas de cura para o desespero, a proposta é oferecer medidas “sanitárias” no combate aos seus focos.


Livro: FRONTEIRAS DA INTELIGÊNCIA
Subtítulo: A sabedoria da espiritualidade
Autor: Nilton Bonder 
ISBN:978-85-325-2567-3
Páginas:176
Formato : 14x21
Preço : R$ 23,00




Sinopse do Livro 

A inteligência emocional é cada vez mais valorizada nos dias atuais. Mas você já ouviu falar em inteligência espiritual? Para psicólogos, teólogos e filósofos, é ela que proporciona paz interior e alegria. Em Fronteiras da inteligência, o rabino Nilton Bonder apresenta diversas histórias e parábolas que exemplificam o conhecimento vindo do chamado “reino dos céus”, mostrando algumas regras da lógica que rege esse saber.
Ao ser convidado para dar palestras para grandes empresas do Brasil e do exterior, Bonder percebeu que, num mundo extremamente competitivo, ninguém pode se dar ao luxo de desprezar uma forma de inteligência. E a que vem da espiritualidade é preciosa, pois permite que as pessoas encontrem uma razão para as próprias vidas e aprendam a lidar com a dor, o fracasso e outros sentimentos que surgem em momentos difíceis.
O autor nos mostra que os processos racionais de análise não são suficientes para compreender a realidade. É a partir da inteligência espiritual que conseguimos alcançar esse entendimento, aprendendo a enxergar além das certezas. Para que a inteligência espiritual seja ensinada, é necessário juntar reverência (aceitação) e independência (questionamento), além da vivência e da profundidade de cada um. De acordo com Nilton Bonder, o mundo do futuro irá buscar os intuitivos e os reverenciadores, que ganharão mais destaque no mercado de trabalho.
Fronteiras da inteligência apresenta os sensos e as reverências, importantes instrumentos na trajetória de todo ser humano: contrassenso, senso de si, senso de propósito, de confiança, de passagem, de limite, de direção, de discernimento, de saída, de conciliação, de bondade, de autovalor, de ilusão, de servir, de oferenda, de revelação, de tolerância, de conexão, de medida, de prioridade, de recurso, de missão, de doença, de bênção e de salvação. Cada um deles é analisado em um capítulo próprio, utilizando uma linguagem clara e didática.
Bonder faz questão de deixar claro que a inteligência espiritual nada tem a ver com religião. Trata-se de um senso tão profundo de propósito que é capaz de produzir, sob a ótica da racionalidade, o impossível e o milagroso. Afinal, a espiritualidade é a área da inteligência humana capaz de lidar com paradoxos e contradições. Nos dias atuais,Fronteiras da inteligência é um livro imprescindível, na medida em que nos ensina a alcançar o equilíbrio e o nível máximo de lucidez fundamentais para a nossa jornada.


Livro: ZIGUE-ZAGUE
Subtítulo: O livro de rabiscos – Imagens para completar
Autor: Bernd Mölck-Tassel (org.) 
Tradução:Lucas Travassos Telles
ISBN:978-85-62500-29-9
Páginas:160
Formato : 20,7x27,7
Preço : R$ 49,50




Sinopse do Livro 

Resultado de um projeto desenvolvido pela Escola Superior de Ciências Aplicadas de Hamburgo, na Alemanha – entre o coordenador e professor Bernd Möckl-Tassel e alguns alunos –, Zigue-zague apresenta um mundo de possibilidades para os pequenos curiosos.
Com ilustrações irreverentes, o livro promove a interatividade, a partir de histórias já iniciadas a serem definidas pelos traços dos leitores, que são convidados a inventar um destino próprio a cada cena sugerida. Assim, estimula o raciocínio lógico, a imaginação e a criatividade para criar e colorir.
“Ponto, ponto, vírgula, traço e uma cara de lua eu faço.” Variando um preceito básico dos livros de colorir – de que as linhas devem ser necessariamente retas –, Bernd Mölck-Tassel revela as descobertas proporcionadas pelo risco livre e individual, combinando linhas retas e tortuosas, que são mais compatíveis com as formas existentes na realidade.
Baseado em uma proposta lúdica e enriquecedora, Zigue-zague é um livro-brinquedo educativo que vai atrair os olhinhos da garotada com uma infinidade de possibilidades a partir de suas histórias divertidas e seus desenhos e cores vibrantes.


Livro: CAÇADOR DE FANTASMAS
Autor: Michelle Paver 
Tradução:Domingos Demasi
ISBN:978-85-7980-087-0
Páginas:248
Formato : 14x21
Série : Série Crônicas das Trevas Antigas
Preço : R$ 34,50




Sinopse do Livro 

Ambientada na Idade da Pedra, há cerca de seis mil anos, a série Crônicas das Trevas Antigas, publicada pela Rocco, chega ao sexto e último volume. Em O caçador de fantasmas, o jovem órfão Torak fará a escolha mais perturbadora de sua jornada, na batalha final contra as forças da escuridão. Depois de Irmão LoboEspírito errante,Devorador de almasDesterrado e Perjuro, o protagonista da saga criada por Michelle Paver precisa deixar a floresta para procurar o covil da maga na Montanha de Fantasmas. O inverno está chegando e a Noite das Almas se aproxima, enquanto Eostra mantém os clãs sob o domínio do terror.
Torak manifesta desesperadamente a falta de seu pai e sente sua presença, mesmo sabendo que está morto. É como se uma voz lhe avisasse sobre um perigo iminente, sendo difícil para o jovem órfão, neste momento, distinguir o que é real. Ele sabe que deve fazer algo para tranquilizar a passagem de seu pai para o mundo dos espíritos. Fin-Kedinn, o líder do Corvo, adverte o rapaz sobre a capacidade de Eostra em distorcer a realidade e sobre os riscos que surgirão pelo caminho, mas Torak, agora com 15 anos de idade – mais forte e alto –, segue determinado: "Você não pode me parar."
Ao tomar a decisão de deixar o campo do Corvo, sozinho, Torak sabia que o perigo recairia sobre ele, mas não imaginava os horrores e sacrifícios que o aguardavam. A tragédia o perseguirá, e a todos que ama, ao longo do caminho. Apesar de não concordar, Lobo respeita os desejos de Torak em ir sozinho; mas Renn, contrariando advertências, decide segui-lo.
Como Torak pode salvar o que resta contra essas forças tão poderosas? Os sacrifícios terão valido a pena? Em meio a emocionantes aventuras e muito mistério, a jornada deste garoto que tem o dom de conversar com lobos é um épico sobre amizade, sobrevivência, espiritualidade, lealdade, coragem e a necessidade de pertencer a um grupo, temas que atravessam milênios e continuam emocionando várias gerações de leitores.