[Resenha] Cidade das Cinzas - Cassandra Clare

No mundo dos Caçadores de Sombras, ninguém está seguro. E agora que Clary descobriu fazer parte do perigoso Submundo, sua vida nunca mais será a mesma. Jace, seu recém-descoberto irmão, está cada vez mais impossível, e não parece medir esforços para enfurecer a todos. E sua atitude de bad boy não ajuda em nada, após o roubo do segundo dos Instrumentos Mortais, a Inquisidora aparece no Instituto para interrogá-lo... Agora Jace é suspeito de ajudar o pai, o perverso Valentim, num plano que vai colocar em risco não só Idris ou o Submundo, mas toda a cidade de Nova York. E Clary não pode deixar de se perguntar: será que as ironias de Jace são só uma forma de chamar atenção, ou também pode haver uma traição por trás de tanto mistério?


Cidade das Cinzas é o segundo livro de Cassandra Clare e é um jovem adulto (YA). O primeiro livro Cidade dos Ossos, apresentou aos leitores o mundo oculto dos Caçadores das Sombras, como pode ser visto através dos olhos de Clary Fray, quando finalmente o segredo de sua herança como Caçadora das Sombras a alcança. Os eventos na Cidade das Cinzas tem lugar imediatamente após a história de Cidade dos Ossos acabar. Se você ainda não leu Cidade dos Ossos, recomendo lê-lo, do contrário vai ficar perdido.
Este livro é ótimo, a história segue em grande ritmo, arrastando os leitores ao longo de um emocionante passeio pelas paisagens urbanas da cidade de Nova York, em meio à uma mágica fantasia.
A história é contada em terceira pessoa, a partir da perspectiva de Clary, que, na maior parte funciona muito bem, pois significa que o leitor pode se pegar tendo os mesmos sentimentos da protagonista - espanto e admiração - pelo mundo secreto que se revelou a ela. Sua confusão sobre sua relação com Jace, seu recém-encontrado irmão e seus sentimentos por Simon.
Este livro mostra suas raízes a cultura popular, em particular, existem elementos de Star Wars (a descoberta de um pai vilão e a reunião de irmãos que nunca souberam da existência do outro) e Buffy, a Caçadora de Vampiros (um grupo misto de quase adultos lutando contra o mal para salvar o mundo).
Enquanto Cidade das Cinzas pode mostrar suas fortes raízes da cultura popular que não é necessariamente uma coisa ruim, é no meu ponto de vista, perfeito. Estas são idéias que tem a capacidade de capturar a imaginação em mais de uma ocasião, e em mais de um caminho, e tem fascinado inúmeras pessoas até agora e continuará a fazê-lo por muito tempo.
Em última análise, não há razão alguma para reclamar. Leitura rápida e envolvente, história muito bem escrita e bem mais forte do que o primeiro livro. Resumindo, se você gostou de Cidade dos Ossos, vai adorar Cidade das Cinzas. Recomendo!!!