[Resenha] Beijada Por Um Anjo - 01

"Ivy acreditava e confiava
nele como jamais tinha
confiado em alguém.
Um dia criaria coragem para dizer com
todas as letras, eu te amo Tristan"


O nadador Tristan era o rapaz mais popular da escola e habitava o imaginário de todas as meninas da cidade. Na verdade quase todas, menos Ivy Lyons. Ivy só queria a companhia dos anjos. Seu preferido, desde menina, era Tony, o anjo da água, desde que o chamou pela primeira vez ao cair em uma piscina, sem saber nadar.

A água, que era o temor de Ivy e a paixão de Tristan, seria a responsável pela aproximação de suas vidas e os envolveria em uma linda história de amor, companheirismo e confiança.

A paixão envolvente, o companheiro ideal e a crença nos anjos são interrompidos no dia em que Tristan sofre uma acidente.

Uma linda história de amor interrompida cedo demais...

É a história de amor que transcende a morte, e o mistério e suspense de uma morte que ocorre cedo demais. Ivy Acredita em anjos, sempre acreditou neles. Ela também é novata na escola, tentando fazer novos amigos, encontrar um lugar para se encaixar e, talvez, um garoto que goste. Tristan não acredita em anjos, mas para ele Ivy se parece com um. Falando sério... eu gostei desse livro. Ele explora a dificuldade de perder alguém para a morte. Ivy está em perigo e a única pessoa que poderia ajudá-la está morta. A tragédia sacode a crença de Ivy nos anjos, mas acaba quando seu próprio anjo aparece para salvar sua vida. Este livro tem suspense na medida certa, em certos momentos fico a imaginar como Ivy é capaz de adormecer à noite!