[Resenha] A Vez da Minha Vida - Cecelia Ahern

Certo dia, quando Lucy Silchester volta do trabalho, encontra um envelope de ouro no tapete. Há um convite dentro dele para se encontrar com a Vida. Sua Vida.

Pode soar peculiar, mas Lucy leu sobre isso em uma revista. De qualquer forma, ela não pode ir ao encontro: ela está muito ocupada desprezando seu emprego, fugindo de seus amigos e evitando sua família.

Mas a vida de Lucy é o que parece. Algumas das escolhas que fez - e histórias que contou - também não são o que parecem. Desde o momento em que ela conhece o homem que se apresenta como sua Vida, as meias-verdades serão reveladas totalmente, a não ser que ela aprenda a dizer a verdade sobre o que realmente importa.

Lucy Silchester tem um compromisso com sua vida. E ela terá de cumpri-lo.

Comovente, entusiástico, engraçado e emocionante. O novo romance de Cecelia Ahern fala sobre o que acontece quando você deixa de prestar atenção em sua vida.



Uma das razões pelas quais eu amo os livros da Cecelia Ahern, é que eles são recheados de textos inteligentes e únicos. A Vez da Minha Vida, não é diferente. O que aconteceria se sua vida fosse uma pessoa? Alguém que acompanhou cada movimento seu, toda a sua vida - cada amigo, cada beijo, cada luta, toda mentira, todas as férias. E, também quando você ferrou com a sua vida. É hora de mudar, de refazer sua história e tem que ser tudo diferente, tem que ser bem planejado porque a vida não pode ser feliz, se você não está feliz. "Brilhante".
Eu amei Lucy. Primeiro, ela me deixou louca - ela era teimosa, egoísta e preguiçosa. Mas, aprendi muito, e ela cresceu e mudou de inúmeras maneiras ao longo da história. Ela tornou-se mais pensativa, começou realmente a prestar atenção às coisas que ela estava fazendo e dizendo, e tornou-se uma pessoa melhor.
O romance na história é doce, e embora eu seja uma viciada em romance, compreendo que não é o foco principal do livro. Esta é a história de Lucy em primeiro lugar - sua jornada. Mas a conversa do "número errado" que teve com Don, me fez rir demais. Foi adorável e divertido, e eu gostei de todas as suas interações.
E, claro, a vida era uma pessoa, um homem. Ele mudou muito ao longo da história por causa de Lucy, mas ao mesmo tempo, ele se manteve constante. Seu propósito era ser a Vida de Lucy, e ele queria o que era melhor para ela, e para que ela seja feliz e produtiva, e em geral uma boa pessoa.
Todos os personagens secundários foram ótimos, também. Eram tão reais, tão participativos, a família de Lucy, seu vizinho, seus amigos, seu ex-namorado, o garçom.
Cecelia Ahern tem um talento nato para nos fazer sentir parte da história.
No geral, A Vez da Minha Vida, é hilário, instigante e às vezes doloroso - um livro fantástico que eu gostei muito.
Recomendo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário. Ele é muito bem-vindo. E, vai me fazer muito feliz. =)