||Resenha|| Jardim de Inverno - Kristin Hannah

Título: Jardim de Inverno
Título Original: Winter Garden
Autor: Kristin Hannah
Tradutor: Sylvio Deustch
ISBN: 978-85-8163-035-9
Ano de Edição: 2013
Ano Original de Lançamento: 2010
Número de Páginas: 415

Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas. A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história. Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são. “Difícil não rir um tanto e chorar ainda mais com a história de mãe e filhas que se descobrem no último momento.” – Publishers Weekly A história que sua mãe conta é como nenhuma outra já ouvida por elas antes — uma história de amor cativante e misteriosa que dura mais de sessenta anos e parte da Leningrado congelada e devastada pela guerra até o Alasca, nos dias atuais. A obsessão de Nina por esconder a verdade as levará a uma inesperada jornada ao passado de sua mãe, onde descobrirão um segredo tão chocante, que abala a estrutura da família e muda quem elas acreditam ser.

Resenha
Jardim de Inverno de Kristin Hannah ao meu ver é seu melhor livroÉ um livro que deve ser lido se atendo aos detalhes e intensidade de sua história. Embora não seja um livro fácil de ler, é um que vale bem a pena o esforço.
O livro centra-se em duas irmãs, Meredith e Nina Whitson, e sua mãe Anya. As duas irmãs passaram a maior parte de suas vidas tentando se comunicar com sua mãe, mas sem sucesso. Anya é tão remota como a paisagem russa de onde emigrou. A única vez que Anya parece ser capaz de comunicar-se com suas filhas é quando ela está contando a elas um conto de fadas sobre uma "princesa da neve."
Sua "isolada" infância afeta as duas mulheres em suas vidas adultas. Meredith descobre seu casamento desmoronando enquanto ela retém as emoções de seu marido. Nina descobre que ela está destinada a viver uma vida solitária.
Através de tudo isso há Anya, em sua capacidade inabalável de manter distância entre ela e suas filhas. É somente quando elas exigem que ela conte a elas a história completa da "princesa da neve" que um certo grau de entendimento começa a emergir.
Jardim de Inverno é um livro de início lento. Cada um dos personagens é tão falho e inflexível que o leitor perde o interesse em suas histórias. Isto vai de mãos dadas com o afastamento de Anya e até certo ponto o desprendimento de suas duas filhas. Mas, como a história se desenrola e conforme a história de Anya é contada as relações começam a construir, assim como o interesse do livro. É um processo gradual, mas aquele que paga dividendos enormes no final.
Seria fácil admitir Jardim de Inverno é como uma austera aventura e  remoto na narrativa.Também seria fácil colocar o livro de lado bem antes de Kristin Hannah atingir seu passo na história. Exorto-vos a ficar com este. A metade final do livro é tão cativante que eu odiaria saber que alguém perdeu a satisfação que esperava.
Este é um grande livro de Kristin Hannah. É uma história de uma emoção para outra. Ele explora as relações que não querem ser exploradas. 
Este é um romance muito bem escrito, um novo sentido, uma nova satisfação - se você tiver a diligência e paciência para ficar com ela do começo ao fim. Espero que você faça. E uma vez que você lê-lo você vai ser obrigado a recomendá-lo aos seus amigos.
Jardim de inverno começa frio, bonito e remoto, mas derrete na metade do caminho até envolvê-lo em um mundo de descobertas. Alguns relacionamentos nunca são fáceis, mas mais vale a pena buscar seu significado. Anya e suas filhas provam para nós neste livro excelente.

3 comentários:

  1. olá! que resenha linda! ainda não tinha lido nenhuma sobre o livro, simplesmente quando vi o lançamento pensei: tenho que ler!!! tenho que ter!conhecendo melhor a história percebo que ela tem todos os elementos que prometem me fazer chorar e me cativar! estou doida pra ler!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Todo mundo tem elogiando bastante o livro, eu preciso ler! Parece ter um enredo bem interessante mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Poxa! Que linda a sua resenha... sinceramente por mais que na metade do livro você pense em desistir da leitura, acho que isso seria um crime. Como acabou? Como aquela personagem ficou? Não consigo imaginar começar e largar e desencantar. Ainda mais com um enredo deste.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário. Ele é muito bem-vindo. E, vai me fazer muito feliz. =)