||Resenha|| O Lorde Supremo - Livro 3 - Trudi Canavan

Título: O Lorde Supremo
Título Original: The High Lord
Autor: Trudi Canavan
Tradutor: Frank de Oliveira e Julio Monteiro de Oliveira
ISBN: 978-85-8163-148-6
Ano de Edição: 2013
Ano Original de Lançamento: 2004
Número de Páginas: 623


Na cidade de Imardin, onde aqueles que tem magia tem poder, uma jovem garota de rua, adotada pelo Clã dos Magos, se encontra no centro de uma terrível trama que pode destruir o mundo todo.
Sonea aprendeu muito no Clã, e os outros aprendizes agora a tratam com um respeito relutante. No entanto, ela não pode esquecer o que viu na sala subterrânea do Lorde Supremo - ou seu aviso de que o antigo inimigo do reino está crescendo em poder novamente. Conforme Sonea evolui no aprendizado, começa a duvidar da palavra do mestre de seu clã. Poderia a verdade ser tão aterrorizante quanto Akkarin afirma? Ou ele está tentando enganá-la para que Sonea o ajude em algum terrível esquema sombrio?

Resenha
O Lorde Supremo é o último livro da Trilogia do Mago Negro. É aconselhável ter lido o segundo livro da série, pois caso contrário, a história poderá ser difícil de seguir.
Neste livro vemos Sonea sob a tutela do Alto Senhor, Akkarin. Há um grande perigo para O Clã dos Magos que vai testar a todos eles ao seu limite. A história tem muitas reviravoltas inesperadas. Amigos se tornam inimigos e vice-versa. Isso adiciona interesse para o leitor, porque é difícil prever o que acontece em seguida.
Há muitas batalhas mágicas e manobras políticas neste livro. Todos eles estão muito bem descritos. É, no entanto, as características que o leitor se preocupa, que mantém o interesse. Os magos têm que reavaliar o seu código, e como cada um faz isso é fascinante. A personagem principal, Sonea, mais uma vez é  incrível e o leitor realmente quer que ela e seus amigos sobrevivam às batalhas. Nem todos saíram ilesos, por isso certifique-se de que os lenços estão prontos, porque alguns dos seus favoritos podem sofrer muito.
A diversão começa quando as pessoas normais começam a se juntar à luta, pois eles não têm habilidades mágicas, e usam apenas seus cérebros. Isto é muito semelhante ao primeiro livro.Seus planos de batalha tem um senso de pastelão sobre eles para que eles se tornem um ponto de luz entre a gravidade da situação.
Ao longo de todas as batalhas, há esperança. Surpreendentemente, isso dá a trilogia um final otimista, e o leitor tem a sensação de que tudo ficará bem para os personagens que estão à esquerda. Uma leitura satisfatória e um bom final de uma trilogia envolvente. 
De uma forma que não tinha realmente acontecido desde O Senhor dos Anéis, Canavan conseguiu construir para o leitor um resultado cada vez mais potente. Cada vez que você acha que o clímax chegou, ela nos conduzia a algo novo, trazendo o livro para um novo pico e aumentando as apostas ao mesmo tempo. Raramente um autor nos mostrou algo parecido, o que foi eficaz.
Ao longo do último terço do livro, Canavan não poupa despesas, ou caráter, no sentido de garantir que o leitor seja envolvido e encantado e emocionalmente entrelaçado no livro. Golpe após golpe doloroso a série conclue cataclismicamente para alguns, e graciosamente para outros. É um dos poucos livros dos últimos anos que realmente me afetou fisicamente, deixando uma sensação de vazio em minha mente enquanto eu vejo que nos foi oferecido em realismo na narrativa.
Sem dúvida, Trudi Canavan, com sua Trilogia do Mago Negro e seu predecessor, A Aprendiz, conseguiu criar um livro que foifácil de ler e interpretar e também magnificamente trabalhado. Recomendo.

4 comentários:

  1. Oiii..
    Sabe que eu ainda não tinha visto falar neste livro. Mas gostei da sinopse, ainda mais sendo triologia.
    Além disso gosto de livro com bastante páginas..
    Bom, estou aqui pela primeira vez, estou seguindo. Te convido a conhecer meu cantinho e se gostar segue também.
    Vamos compartilhar nosso gosto pela leitura.

    Beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana.
    Gostei muito da resenha, parece ser uma trilogia bem interessante, cheia de mistérios :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ahhhhh gostei bastante =)
    Acho que essa trilogia deveria ser adaptada para as telonas (dignamente, é claro), acredito que daria ótimos filmes se fossem fiéis. Todo esse ar de mistério e saber que a autora envolve o leitor de tal forma, é muito bacana.

    ResponderExcluir
  4. Ah eu amo livros que envolvem o leitor assim. fantasia é um dos meus gêneros favoritos, então necessito ler logo essa trilogia! Novamente amei a resenha :)

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário. Ele é muito bem-vindo. E, vai me fazer muito feliz. =)