Últimos Lançamentos Editora Leya

O jovem Fitz é o filho bastardo do nobre Príncipe Cavalaria e foi criado pelo cocheiro de seu pai, à sombra da corte real. Ele é tratado como um penetra por todos na realeza, com exceção do Rei Sagaz, que faz com que ele seja secretamente treinado na arte do assassinato. Porque nas veias de Fitz corre a mágica do Talento – e o conhecimento obscuro de um garoto criado em um estábulo, entre cães, e rejeitado por sua família. Quando assaltantes bárbaros invadem a costa, Fitz está se tornando um homem. Logo ele enfrentará sua primeira missão, perigosa e que despedaçará sua alma. E embora alguns o vejam como uma ameaça ao trono, ele pode ser a chave para a sobrevivência do reino.




A filha de uma estrela de cinema narcisista e de um bilionário, Madison, é abandonada em uma escola interna na Suíça durante o Natal enquanto seus pais estão divulgando seus novos projetos e adotando mais órfãos. Ela morre de uma overdose de maconha – e a próxima coisa que sabe é que está no inferno. Madison compartilha sua cela com um grupo heterogêneo de jovens pecadores que é quase bom demais para ser verdade: uma líder de torcida, um atleta, um nerd, e um punk, unidos pelo destino para formar a versão “six-feet-under” do filme favorito de todos. Madison e seus amigos caminham através do Deserto de Caspas e escalam a Montanha Traiçoeira de Unhas para enfrentar Satanás em sua cidadela. Todos os doces, que servem como moeda no inferno, não poderão comprá-los.



A conclusão da história de amor entre Pimenta Neves e Sandra Gomide ficou nacionalmente conhecida: inconformado com o final do namoro, o influente diretor de redação do jornal O Estado de S. Paulo, assassinou a ex-namorada com dois tiros à queima-roupa. O homicídio foi o último ato de uma trama que teve início alguns anos antes, no momento em que Pimenta assumiu a diretoria da Gazeta Mercantil, o mesmo jornal em que Sandra trabalhava. Após uma entrevista de cinco horas com o ex-diretor e a partir de depoimentos de mais de sessenta fontes – na maioria jornalistas que, como ele, conviveram com o casal –, Vicente Vilardaga, o único jornalista a entrevistar Pimenta após o crime, faz um resgate histórico do caso, numa narrativa primorosa e afiada. De forma reveladora, o livro traça a situação real presente em redações de grandes veículos e o abuso de poder por parte da empresa. E leva o leitor a refletir sobre a que ponto pode chegar a mente de um jornalista que liga para sua própria redação e confessa que acabou de assassinar alguém para garantir o furo da notícia. 

3 comentários:

  1. Adorei os lançamentos, gostei de todos! Não dá escolher um que eu quero ler mais.

    ResponderExcluir
  2. otimos lançamentos, para todos os gostos!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Leya, leya... porque sempre nos encantando com os lançamentos? Sério... se não fossem tão caros, eu teria o catálogo todo da editora. São ótimos gêneros.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário. Ele é muito bem-vindo. E, vai me fazer muito feliz. =)