||Resenha|| Alma? - Gail Carriger - Livro 01

Título: Alma?
Título Original: Soulless
Autor: Gail Carriger
Tradutora: Flávia Carneiro Anderson

Editora: Valentina
ISBN: 978-85-65859-04-2
Ano de Edição: 2013

Ano Original de Lançamento: 2009
Número de Páginas: 308

Avaliação: 


ALEXIA TARABOTTI ENFRENTA UMA SÉRIE DE ATRIBULAÇÕES SOCIAIS, QUIPROQUÓS E SAIAS JUSTAS (EMBORA COMPRIDÍSSIMAS) EM PLENA SOCIEDADE VITORIANA

Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano, que, ainda por cima, está morto. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta.
E, agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a Srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro - ocasião em que a rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido.
Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a Srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma para anular poderes sobrenaturais acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e... será que vai ter torta de melado?

Alma? é o romance de estréia de Gail Carriger e o primeiro livro da Série "O Protetorado da Sombrinha". A capa do livro promete um romance de vampiros, lobisomens e sombrinhas. Romance vitoriano, perfeitamente combinado com fantasia urbana e história alternativa. Adicione uma pitada de steampunk, e o resultado é, possivelmente, o romance de fantasia mais original e divertido que li este ano.

A principal ideia por trás do mundo de fantasia de Alma? é que vampiros e lobisomens são conhecidos por seres humanos há centenas de anos. Eles tem um papel importante no governo e ambos, lobisomens e vampiros, tem um representante eleito que assessora a rainha Vitória em assuntos sobrenaturais. Há ainda a sugestão de que o Grande Império Britânico é apenas... bem... grande, devido a influência desses assessores ao longo da história.

Com essas criaturas sobrenaturais (e fantasmas) quando uma pessoa tem alma, esta explicação pseudo-científica, completamente suportado por evidências, mas ainda amplamente aceita, é de acordo com o calendário vitoriano da história. A maior parte da ciência exposta em Alma? é de uma estirpe semelhante - teorias que poderiam ser desmascaradas ou comprovado por nossa ciência moderna ainda são apenas suposições científicas não comprovadas neste momento vitoriano.

Alexia não tem alma. Isso faz dela preternatural, ao invés de sobrenatural, e ela tem o efeito de anular o sobrenatural, quando entra em contato com ele, ou seja, se tocar em um vampiro ou lobisomem, pode torná-los completamente mortais, mais uma vez, a teoria do dia, sendo que a sua desumanidade tira o excesso de alma que as criaturas sobrenaturais possuem. Não há razão para o estado sem alma de Alexia, exceto que seu pai também não possuía alma e ela herdou essa condição. A condição de sem alma de Alexia faz dela uma criatura raríssima e que pode abrir portas para todos os tipos de aventuras sobrenaturais para ela - exceto que esta é a  Inglaterra Vitoriana e ela é uma moça solteira e, portanto, não pode sair por aí se aventurando.

Enquanto Alma? está escrita no estilo da literatura inglesa adequada para o estilo de Jane Austen e PG Wodehouse, influenciando claramente tanto o conteúdo da história e linguagem, o livro é uma obra moderna, com temas mais fortes de romance (ok, pedaços sensuais) que você jamais irá encontrar nas páginas da literatura vitoriana. Como resultado, a história é uma mistura extremamente legível de costumes, romance e mistério.
O personagem de Alexia me lembra em muitos aspectos, de Elizabeth Bennett de Orgulho e Preconceito. Ela é uma mulher inteligente e sensível, confrontada com as irmãs tolas e a mãe ainda mais estúpida que não conseguem entender que ela está feliz em ser diferente. Eles não tem conhecimento de seu estado. É justo dizer que Lorde Maccon, o espinhoso lobisomem, não tem qualquer semelhança com o Sr. Darcy!
Lorde Maccon é um lobisomem e completamente delicioso nos quesitos grande, forte e musculoso, é também o macho alga, e todos nós sabemos que isso significa sensualidade rouca, áspera, grave, dominante, protetor, possessivo e ligeiramente condescendente. Lorde Maccon e Alexia vivem as turras constantemente, o que é hilariante e divertido. Eles também são condutores de eletricidade que poderiam iluminar uma rua moderna.
Para além destes dois, tivemos um conjunto de personagens coadjuvantes, todos coloridos, todos diferentes.
Ivy é a melhor amiga de Alexia e tem um gosto horrível para chapéis.
Professor Lyall é o beta de Lorde Maccon, inteligente, equilibrado que parece inofensivo, mas tem a mente afiada.
Lorde Akeldama é um vampiro extravagante, um querido amigo de Alexia e cheio de conhecimento... e da alta moda. 
Embora este livro tenha alguns elementos steampunk, os fãs podem ficar desapontados com Alma?. Não há também muitas invenções estranhas ou tecnologias bizarras neste livro e que não tem um grande papel a desempenhar na história. 
Se você está entediado com a mesma e velha fantasia urbana ou temas de romances paranormais, então Alma? pode ser o livro que você precisa para limpar seu "paladar" cansado.
Original, divertido além da conta, Alma? é uma leitura altamente recomendável.

7 comentários:

  1. mesmo sem ainda ter lido já gosto da Alexia haha! O livro parece ser mesmo maravilhoso. E ainda se passa em Londres ♥ Não vejo a hora de ler!
    Adorei a resenha, beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um bom conselho que te dou, leia, é maravilhoso esse livro, eu adorei!!!

      Excluir
  2. Fiquei tão saturada de historias de vampiros e lobisomens que dá até medo de iniciar a leitura. O livro parece diferente dos outros. Lorde Maccon parece ser tudo de bom :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciane, esse livro nada tem a ver com as velhas histórias de lobisomens e vampiros, isso eu posso te assegurar. Lorde Maccon é sim, tudo de bom e de ruim ao mesmo tempo, esbraveja por qualquer coisa e adora morder. Leia, você vai gostar.

      Excluir
  3. É uma excelente trama, vale a pena conferir. E pra uma estreia ela arrasou na criatividade e boa escrita. Vi ótimas resenhas que também falam da originalidade e afirma boa leitura, vou acreditando né. Eu amei essa mistura de sobrenatural com tempo mais antigo, fica bem gostoso de ler.

    ResponderExcluir
  4. Nunca li, mas já ouvi falar muito bem dele! Por mais que ainda tenha esse negócio de vampiros e lobisomes e blá(Não que não tenha gostado de crepusculo, mas já enjoei disso)...Sempre tive curiosidade de ler, só falta eu ter dinheiro ou ganha-lo em uma promoção, sei lá, haha

    ResponderExcluir
  5. Este é um dos lançamentos que mais desejo ler ultimamente. Editora Valentina lançado obras maravilhosas, né?
    Enfim, todas as resenhas que leio são positivas e falam da originalidade do livro. Preciso ler em breve :)

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário. Ele é muito bem-vindo. E, vai me fazer muito feliz. =)