||Resenha|| Liberta-me - Tahereh Mafi

Título: Liberta-me
Título Original: Unravel Me
Autor: Tahereh Mafi
Tradutora: Bárbara Menezes
ISBN: 978-85-8163-235-3
Ano de Edição: 2013
Ano Original de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 448
                 


ELA FUGIU DO RESTABELECIMENTO, EVITOU SER TRANSFORMADA EM ARMA LETAL E PARECE ESTAR LIVRE PARA AMAR ADAM. MAS JULIETTE NUNCA SE LIVRARÁ DE SEU DOM... OU DE WARNER.

No primeiro livro da trilogia de Tahereh Mafi - ESTILHAÇA-ME - Juliette, a heroína que cativa com sua força e autenticidade, descobre o seu terrível dom e tenta escapar da distopia - o poder do Restabelecimento - que tem em Warner um de seus líderes.
Em LIBERTA-ME, sob os cuidados do Ponto Ômega, o quartel da resistência, ela se prepara para o confronto iminente contra os soldados do Restabelecimento. Mas sua batalha pessoal será maior que qualquer enfrentamento militar. Agora ela pode se dedicar ao amor que sente por Adam, no entanto, como conviver com esta fascinação que a atrai para Warner?
LIBERTA-ME nos convida a lutar, com Juliette e Adam, por um mundo melhor, por maior controle pessoal e pelo triunfo do amor verdadeiro, mas, ao mesmo tempo, o amor proscrito de Warner pela heroína fecha os vértices de um triângulo amoroso que certamente dividirá opiniões.
A trilogia de Mafi - que angaria fãs pelo mundo todo - tem, neste título, uma autora mais madura, preocupada com o interesse de seus seguidores e que continua inflamando a curiosidade de leitores apaixonados.

Liberta-me é o segundo livro de uma trilogia.
Juliette escapou do Ponto Ômega.Um lugar para pessoas como ela, pessoas com dons e também é o quartel general do Restabelecimento.
Juliette está finalmente livre do Restabelecimento, livre de seu plano para usá-la como arma, e livre para amar Adam. Mas nunca estará livre de seu toque letal. Ou de Warner, que quer Juliette mais do que ela jamais imaginou ser possível.
Nesta sequência emocionante de Estilhaça-me, Juliette tem que tomar decisões de mudança de vida entre o que ela quer e o que ela pensa que é o correto. Decisões que podem envolver a escolha entre seu coração e a vida de Adam.
Estilhaça-me foi uma estréia impressionante, e eu estava muito ansiosa pela sequência. E Liberta-me superou minhas expectativas, trazendo de volta o belo estilo de escrita de Tahereh Mafi e transmitir uma história que foi cheia de ação e muitas revelações.
Juliette conhece o poder que tem, mas nunca se sentiu confortável com ele. Incapaz de tocar em outro ser humano, ela viveu em isolamento durante anos, até que conheceu Adam. Agora as coisas mudaram, embora ela ainda viva com outras pessoas, ainda se sente prisioneira.
Seu toque tem o poder de ser formidável, mas ela pode ter habilidades, além da compreensão de Juliette. No entanto, descobrí-las significa abraçar um lado mais sombrio de si mesma, que ela tenta a todo custo esconder. Entretando, mesmo apaixonada por Adam, Juliette continua pensando em Warner. Ela sabe que mais cedo ou mais tarde vai ter que escolher quem quer ser, quem quer ter, até onde ir, comprometer-se com Adam ou se entreter com Warner. Mas que escolha é a certa?
Quando terminei de ler Liberta-me, tudo que consegui pensar foi que não há palavras suficientes para descrever este livro. Levei um longo tempo para compor qualquer tipo de pensamento coerente sobre o livro, e não é sempre que leio algo que me deixa tão sem palavras. Se você pode pensar em bons adjetivos ou advérbios, as chances são de que eles possam descrever Liberta-me.
Assim como em Estilhaça-me, a escrita é linda, os personagens são complexos, e a história é convincente. Fiquei espantada com todas as emoções que Juliette foi capaz de dar voz em toda a história.
Mais de uma vez dei comigo a ler alguma coisa e ter que fazer uma pausa para reler e absorver as palavras na página, porque a sensação de ter sido capturada pela escrita tão perfeita. Este livro tem tanta profundidade emocional, mas também está preparando o cenário para o terceiro livro. Foi interessante e, por vezes, surpreendente.
Se você ainda não leu Estilhaça-me, então o mova para o topo de sua lista de leitura, e se você não pegou Liberta-me, no entanto, o que você está esperando?
A bela escrita por si só torna esses romances distópicos. Eu simplesmente não aguento a ansiedade de esperar o lançamento do terceiro livro.

7 comentários:

  1. eu ainda não consegui ler estilhaça-me, só vi um quotes e folheei um pouco, mas ja da pra parceber que é um super livro! gostei bastante da capa do segundo volume, apesar de ser tão criticado por alguns fãs.
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu necessito ler essa série, é sem dúvida a que eu mais quero ler no momento. Amo distopia, não vejo a hor de ler Estilhaça-me <3
    Adorei sua resena, beijos!

    ResponderExcluir
  3. Porque uma pessoa iria querer se livrar do Warner? #teamwarner
    Espero que Liberta-me tenha muito Warner.
    Li Estilhaça-me e fiquei apaixonada pela escrita de Tahereh Mafi, parece que a qualidade esta presente neste livro tambem. Não gostei da capa do livro.

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li e deu uma animada pra ler. Achei aquele primeiro muito....base, começo de uma boa trama. Espero que esse seja em melhor mesmo, ansiosa pra conferir. A trama evoluiu bem.

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li o primeiro, não foi nem por falta de interesse (eles parecem ser bem legais) mas eu tinha tantos na lista que não dava para ter mais um. Quem sabe um dia consigo começar essa série. A capa deste está linda :)

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho o livro e comecei a leitura já, gosto bastante da série, uma das minhas favoritas, mas está uma correria e por isso não terminei de ler ainda =( Mas pretendo terminar logo. Estou amando, logicamente >< Warner <3

    ResponderExcluir
  7. Ainda não o li, mas é uma das minhas séries preferidas. Já tenho o exemplar e pretendo ler este mês. Warner <3
    Já li algumas páginas e já estou amando.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário. Ele é muito bem-vindo. E, vai me fazer muito feliz. =)