||Resenha|| Manuscritos do Mar Morto - Adam Blake - Novo Conceito

Título: Manuscritos do Mar Morto
Título Original: The Dead Sea Deception
Autor: Adam Blake
Tradutor: Camila Fernandes

Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581632742
Ano de Edição: 2013

Ano Original de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 477

"- Nag Hammadi foi o mais importante achado paleográfico do século XX, Inspetora - Ellis respondeu (...) - No Alto Egito, logo depois do fim da Segunda Guerra Mundial, perto da cidade de Nag Hammadi, dois irmãos foram cavar em uma caverna de rocha calcária. Estavam interessados apenas em encontrar guano - excremento de morcego - para usar como fertilizante para os campos deles. Mas o que encontraram foi um jarro lacrado contendo cerca de uma dezena de códices amarrados.
- O que amarrados? - Harper perguntou.
- Códices. Um códice é um número de páginas costuradas ou presas juntas. O primeiro livro, essencialmente. Códices começaram a ser usados bem no começo da Era Cristã..."
A ambiciosa policial Heather Kennedy está em seu trabalho mais difícil: seus métodos de investigação são criticados e ela está sendo assediada por colegas rancorosos porque não lhes dá atenção.
Até que lhe é atribuída o que parece ser uma investigação de rotina, sobre a morte acidental de um professor da Faculdade Prince Regent, mas a autópsia deste caso volta com algumas descobertas incomuns: o inquérito vincula a morte deste professor às de outros historiadores que trabalharam juntos em um obscuro projeto sobre um manuscrito do início da Era Cristã.
Em seus escritório, Kennedy segue com sua investigação e logo se preocupa com o rumo para onde está sendo levada. Mas ela não está sozinha em sua apreensão. O ex-mercenário Leo Tillman - seu futuro parceiro - também tem angustiantes informações sobre estes crimes. E sobre a misteriosa organização mundial a que os crimes se relacionam... Escondido entre os pergaminhos do Mar Morto, um códice mortal pretende desvendar os segredos que envolvem a morte de Jesus Cristo.
Entre um acidente de avião no deserto americano, um brutal assassinato na Universidade de Londres e uma cidade fantasma no México, Manuscritos do Mar Morto é o mais emocionante thriller desde O Código Da Vinci.

Há uma abundância de sósias de O Código Da Vinci no mercado, mas se você preferir algo com mais estilo, confira esse suspense de Adam Blake.
Manuscritos do Mar Morto, tem todos os temas padrão, como o Cristianismo, cultos malignos, artefatos escondidos e segredos perigosos, mas também tem algumas reviravoltas que deixarão você sem fôlego, e a história acaba tomando um rumo inesperado, ostenta um elenco de vilões realmente desagradáveis e o diabolicamente inteligente enigma que vai tornar difícil a elucidação deste caso. Adicione a tudo isso um escritor (misteriosamente apresentado como o pseudônimo de um grande autor britânico), que sabe como fazer fluir e preencher as lacunas com essa fascinante história, e então você tem todos os ingredientes para um clássico.
A ambiciosa policial Heather Kennedy está achando difícil seu trabalho, até mesmo porque está sendo assediada por seus colegas, que entre outras razões, se ressentem do fato de que ela não lhes dá atenção. Quando ela é destinada a uma investigação de rotina sobre a morte acidental de um professor da Faculdade Prince Regent, mas a autópsia indica fatos incomuns. Sua investigação vincula essa morte com a de outros historiadores que trabalharam juntos em um projeto relativo a um manuscrito descoberto próximo ao Mar Morto.
O nome Michael aparece frequentemente, mas por razões que ela não entende, ele parece ser um personagem indecifrável.
Criticada por todos, Kennedy percebe uma certa resistência por seus métodos de investigação e pela direção em que a estão levando.
Quando a caça leva Heather a manter contato com o ex-mercenário Leo Tillman, e é então que a ação começa. Ele também está na trilha de Michael Brand e da organização a que pertence. Tillman está convencido que esta organização é responsável pelo desaparecimento de sua esposa e seus filhos há treze anos.
Quando as pistas os levam aos Manuscritos do Mar Morto e ao códice mortal escondido dentro deles, Tillman e Kennedy devem se apressar, pois suas vidas estão na mira  de um bando de assassinos sinistros que choram lágrimas de sangue e acreditam ser descendentes de Judas.
Esses 'anjos caídos' não vão parar até exporem o segredo que mudará o mundo... a verdade devastadora sobre quem realmente morreu na cruz.
A partir de um acidente de avião espetacular no deserto americano, para um assassinato brutal em uma universidade de Londres, para uma cidade fantasma no México, e os Manuscritos do Mar Morto, vão pegá-lo em suas garras e levá-los sem fôlego até a última sequência dessa trama.

2 comentários:

  1. Olá :) Nossa, *-* Gostei muito da resenha! Ótima! ;D
    Nunca tinha ouvido falar nesse livro. :/ Achei super interessante, me chamou a atenção, achei ele meio parecido com O Código Da Vinci, hehe apesar de eu nunca também nunca ter feito a leitura do mesmo. :( Sinto vontade e curiosidade de ler O Código Da Vinci, e agora depois de ler a sua resenha... futuramente quero ler esse aí também.
    Parece ter muitas coisas e informações, deve ser bem misterioso e gosto disso. rsrs :D
    O layout/theme do blog é perfeito *--* Ameii <3 Bjinhos...
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!! Obrigada, realmente o livro é ótimo. Leia sim, garanto que vai gostar!

      Excluir

Deixe o seu comentário. Ele é muito bem-vindo. E, vai me fazer muito feliz. =)